Fale Conosco, Ligue: (48) 3466-0533
Ouça ao Vivo
29/09/2022  às 16hs34

“Rota da Serra: Visite a Serra Catarinense” recebe empresários de Bom Jardim para um café de ideias

Com 4.300 habitantes, Bom Jardim da Serra é conhecido por seu alto potencial turístico. Mas, o frio que atrai milhares de turistas para a região serrana de Santa Catarina não é a economia principal da cidade, Bom Jardim é um dos maiores produtores de maçãs do país e em crescimento na pecuária.  O turismo ocupa o terceiro lugar na economia local.

Sabendo de todo esse potencial e seguindo sua missão de reconhecer e valorizar as belezas e o empreendedorismo regional, a Rádio Guarujá recebeu na última segunda-feira, dia 26, Rute Matendal Machado, presidente da Associação Bonjardinense de Turismo, Maicon Liam Bombazaro, assessor executivo da ABT, Beatriz Vieira Borges, proprietária da Pousada Serra & Jardim, Rosimere Barth, vice-presidente da Associação Bonjardinense de Artesãos, Ivan Cascaes, proprietário do Rio do Rastro Eco Resort e Delamar Augusto Marcedo, proprietário do hotel Morada dos Pinheiros e presidente do Sindicato Rural de Bom Jardim participaram de uma roda de bate papo com o apresentador Carlos Della Justina da rádio Guarujá.

“Nenhum outro estado permite ao nosso turista que em pouco mais de uma hora deslocar-se da região mais fria do Brasil para as belezas das praias que só o nosso estado tem. Por essa e tantas outras razões que o Bom Jardim da Serra e os municípios em sua volta têm despertado tanto interesse do trade turístico nacional”, destacou Macedo.

Para Rute, presidente da ABT, órgão representativo dos empreendedores de segmentos do setor turístico que conta com 37 associados que acreditam muito no potencial turístico de Bom Jardim, apesar de seu crescimento da cidade em relação ao turismo, Bom Jardim ainda necessita de atrativos voltados para as crianças. “Precisamos de mais atrativos como parques infantis, temos as belezas naturais, os cânions, mas Bom Jardim ainda carece de atrativos para os pequenos”, declara.

Ivan Cascaes, apaixonado pelas belezas da Serra, deixou a capital há 30 anos para viver em Bom Jardim, local em que é proprietário do Rio do Rastro Eco Resort, a mais sofisticada opção de hospedagem nas montanhas de Santa Catarina e um dos melhores resorts do Brasil, que já recebeu turistas de mais de 80 países, ressaltou que há muito ainda no que se explorar no turismo de Bom Jardim e de toda a Serra Catarinense.

“O turismo tem que ser integrado. Orleans, por exemplo: é tão linda quanto. Temos paisagens, locais fantásticos lá. Não precisamos ser grandes, mas temos que ter qualidade”, enfatiza.

Ainda sobre a integração do turismo entre o litoral e a serra catarinense, a presidente da ABT lembrou do projeto Serra Mar que visa a integração da serra catarinense com o litoral sul, com rotas turísticas voltadas para o desenvolvimento das regiões. “Este projeto já existe, mas precisa ainda ser fortalecido”

Rosemeri Barth vice-presidente da ABA, Associação Bonjardinense de Artesãos que reúne diversos artesãos da cidade, com loja instalada na Serra do Rio do Rastro, reconhecida por turistas de todo o mundo por seu artesanato de qualidade, destacou a importância da valorização da arte. “Trinta e quatro artesão fazem parte da associação que vivem do artesanato, uma arte que não se deve deixar morrer”.

Ivan e Delamar falaram sobre a importância de se construir o mirante do Rio do Rastro, que a exemplo do Sky Glass na cidade de Gramado, vai atrair ainda mais turistas e trazer recursos para a cidade.

De acordo com Cascaes, apesar de toda a beleza natural, de toda a importância que a cidade tem no setor turístico, Bom Jardim da Serra ainda é esquecida pela Casan e pela Celesc – a maior empresa de comercialização e distribuição de eletricidade de Santa Catarina. Com uma rede elétrica muito antiga, a cidade sofre com quedas de luz quase que diariamente. “Dá uma ventania, bate um fio no outro e aí nos ficamos sem luzes, aparelhos queimam e não temos de quem cobrar. Há 12 anos fizemos um projeto com 50 itens para se tornar uma cidade com qualidade europeia para receber o turista. Desses 50 itens, 12 foram eliminados, e um dos mais importantes e fundamentais, que é o esgoto, ainda está muito lento”.

“A serra do Rio do Rastro é apaixonante, é como uma atriz famosa que se apresenta para um público muito exigente, como os ouvintes da Guarujá, e que durante execução da peça, ela troca o figurino várias vezes. Muitas vezes, ela se apresenta com aquela neblina e com aquele manto branco, como a noiva que se dirige ao altar no dia mais sublime de sua vida. E outras vezes, se apresenta completamente despida, mostrando suas curvas sensuais”, afirmou Cascaes.

Durante toda a semana, a Rádio Guarujá segue recebendo convidados e realizando entrevistas direto da Serra

Confira essa e todas as entrevistas que estão sendo realizadas através do facebook.


...