Fale Conosco, Ligue: (48) 3466-0533
Ouça ao Vivo
21/09/2022  às 17hs13

Fábio Brezola é o entrevistado de hoje do Jornal da Guarujá

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Dando continuidade as entrevistas com candidatos a deputados estaduais, o Jornal da Guarujá bateu um papo hoje, dia 21, com o candidato a deputado estadual Fábio Brezola

Fabio André Brezola é candidato pelo PSB ( Partido Socialista Brasileiro), empresário na área da saúde, morador  de Criciúma, casado e pai de 3 filhos, tem  47 anos e por duas vezes foi candidato à prefeitura de Criciúma.

Perguntado sobre quem é Brezola, o candidato respondeu: “Sou uma pessoa comum, pessoa que passa aquilo que a maioria das pessoas que estão nos ouvindo passam, e que resolveu dar sua contribuição usando esse canal da política”.

“Vivemos um momento em que a politica está “demonizada”, muitas pessoas não querem nem conversar sobre política, e tudo acontece com a política, todas as leis. A nossa vida é regida pela política”.

Brezola destacou que é o único candidato a deputado estadual do sul de Santa Catarina pelo seu partido e perguntado sobre fundo partidário e fundo eleitoral, lembrou que de acordo com regras do PSD esse valor do fundo eleitoral não é liberado aos candidatos a deputados estaduais, porém, mesmo que fosse não teria necessidade de utilizar desse dinheiro. “Estou remando com meus próprios remos a minha campanha”.

“Sou focado em todas as propostas que serão boas para Santa Catarina”. Como deputado estadual, se eleito for Brezola tem três prioridades, lutar pela valorização do trabalho e direitos dos motoristas de aplicativo, dando a eles leis de incentivo, e de descontos no IPVA, ICMS e no Seguro do carro; Implantar justamente, a lei que determina a transição energética do carvão preservando mais de 20 mil empregos na região. “O carvão não é vilão, é uma matriz econômica que fez com que o sul de Santa Catarina fosse o que é”.

A terceira proposta que para o candidato é de extrema importância para o estado, é fomentar e tornar realidade o hospital para tratamento do câncer. “Aqui no sul de Santa Catarina, de cada dez famílias, sete tiveram ou vão ter algum familiar acometido de câncer”.

A exemplo de Barretos, sede do Hospital do Amor, viabilizado através de parceria público privada, Santa Catarina teria a possibilidade de oferecer através do Hospital regional de referência contra o câncer um atendimento completo.

“Perdi minha vó com câncer, e a gente sabe o quanto foi difícil. O câncer não deixa apenas doente o doente, mas deixa também a família daquela pessoa.”

Sobre as dificuldades das Utis neonatal e investimentos no setor da saúde, Brezola se diz um incentivador da parceria público privada. “Precisamos identificar dentro da estrutura hospitalar, detectar o que está usando mais leito, mais médico, mais equipamentos, ou seja , essa especialidade precisa ter uma atenção especial”. Não adianta criar mais Utis, mas sim estruturar os hospitais de especialidades. Temos que ter em mente que no Brasil há 30 mil pessoas esperando por um transplante de rins. Precisamos aparelhar a saúde de uma forma mais eficiente”.

Reforma tributária e trabalhista, inclusão social e acessibilidade também foram assuntos abordados durante o bate-papo.

Com o final da entrevista, Fabio Brezola agradeceu a equipe e aos ouvintes dá radio Guarujá. “É uma satisfação muito grande essa caminhada. Tenho uma eleição disputadíssima, mas têm elementos que fazem com que a gente sonhe na possibilidade real de chegar. Quero pedir o apoio de vocês, o voto de vocês. O sul de Santa Catarina precisa ser representado”.

Confira entrevista completa aqui no link do facebook 


...