Fale Conosco, Ligue: (48) 3466-0533
Ouça ao Vivo
05/01/2023  às 18hs30

Escola Costa Carneiro em Orleans segue parcialmente interditada

Foto:Defesa Civil

Foto:Defesa Civil

Foram nas fortes chuvas que castigaram o sul de Santa Catarina em maio do ano passado que a educação de Orleans sofreu um dos seus maiores prejuízos. Um deslizamento de terra nos fundos da Escola Estadual Costa Carneiro, fez com que autoridades decretassem a interdição parcial do prédio. Desde então reuniões, encontros, e movimentos paliativos foram tomados para que os alunos não ficassem sem aulas. “A decisão da Defesa Civil e da Secretaria de Estado da Educação (SED), é que todos os alunos fossem acomodados na Unibave”, disse Genaína Caciatori, diretora da instituição.

Em entrevista concedida ao Jornal da Guarujá FM desta quinta-feira (05/01), Genaína afirmou que para este ano letivo, que começa em fevereiro, sugeriu a SED que do primeiro ao quinto ano as aulas voltem a ser realizadas na sede da escola localizada no centro da cidade. “Não há riscos, a parte da escola atingida pelo deslizamento é a ala nova. Esses alunos podem estudar no pavimento ao lado do Tênis Clube, que também é uma construção nova e que não foi danificada. Porém com essa mudança de governo vamos precisar aguardar para marcar uma nova reunião”, falou.

Se a sugestão for aceita, os estudantes do sexto ao nono ano, continuarão estudando no Centro Universitário da Unibave. “ Esses alunos maiores tem mais facilidade de pegar o transporte até a Unibave. Os pais ficam menos preocupados”, ponderou.

Com mais de 500 alunos, a diretora espera que o problema que se estende por mais de meio ano, seja resolvido no início do governo de Jorginho Mello (PL). “Acho que deveria ser uma obra emergencial. Duas licitações foram realizadas, mas infelizmente deram desertas, nenhuma empresa se inscreveu. Primeiro é preciso reconstruir o muro para depois, numa segunda etapa, ir para escola. Esperamos ansiosos pela terceira licitação”, finalizou.


...